Histórico

A experiência profissional de seu fundador Alfredo Freire tem estreita relação com essa história de compromisso com a qualidade e inovação da empresa. A experiência de campo como estagiário da Construtora Góes em 1972 e o constante aprimoramento técnico dos seus estudos particulares lhe renderam a posição de gerente de obras já em 1973. Nessa posição, foi responsável pela britagem, pela usinagem de asfalto (CBUQ) e pelas usinas de solo em obras como o Aeroporto de Foz do Iguaçu, interligação de Ilhéus a cidades da região, interligação de Senhor do Bonfim a cidades próximas (DNER), implantação de agro vias e agrovilas em Pedra do Cavalo – além de obras para o DER-BA como a rodovia de Itororó – Potiraguá e a barragem de Santa Elena.

Em 1985, tendo demonstrado notável excelência nos trabalhos desempenhados anteriormente, assume o cargo de Gerente de Contratos do Grupo Góes Cohabita na função de líder em obras do estado de Sergipe. No exercício deste cargo, ficam evidenciados todos seus conhecimentos e sua capacidade de entendimento do mercado de pavimentação. Assim, apenas dois anos depois (em 1987), o Grupo Góes Cohabita lhe concede o controle de todas as obras de pavimentação e todas as pedreiras do grupo.

Almejando novos desafios e evolução em sua carreira profissional, em 1991, sai da empresa para fundar junto a sócios um negócio de grande importância, a Construtora Impacto. Nos anos que se seguem, a empresa se torna dominante no mercado de pavimentação asfáltica na região metropolitana de salvador.

Em 1995, sentindo-se preparado para realizar seu próprio negócio, Alfredo Freire desassocia-se da Impacto para fundar a NeuFreire Pavimentação. A empresa surge com a missão de se ancorar na inovação de maquinário e material para oferecer aos seus clientes um produto de qualidade competitiva com os padrões internacionais a um preço justo. No período de 1995 a 1998, a NeuFreire realiza as obras de pavimentação da Fábrica da Brahma e do DER-SE no estado de Sergipe. Entretanto, em 1998, com a oportunidade de explorar novos mercados a nível nacional, Alfredo interrompe temporariamente as atividades da empresa em Sergipe para ser sócio e dirigir, a convite, a empresa Brita Brasília e Asfalto Brasília.

Em 2010, com sua paixão e fixação pela Bahia, Alfredo Freire reativa a NeuFreire Pavimentação, agora em Salvador. Desse período em diante, a empresa realizou a usinagem de asfalto (CBUQ) e pavimentação asfáltica para o Consórcio Sistema BA 093 (OAS e Odebrecht / Concessionaria Bahia Norte), produzindo cerca de 450.000,00 toneladas de massa asfáltica para a primeira etapa da obra. Concomitantemente, passou a atender ao varejo de pavimentação na região metropolitana de Salvador, realizando diversas obras de pavimentação asfálticas particulares.

A empresa conta, em Salvador, com a maior usina de asfalto da região (160ton/hr efetivas), vibro-acabadora Cyber AF500 Plus, rolos de pneu Dynapac, rolos de chapa Dynapac tipo thunden, caminhões espargidore, micro-ônibus para apoio e caminhões basculantes. Além desses equipamentos, a NeuFreire possui duas usinas de asfalto localizadas em Brasília, sendo uma delas móvel e a outra fixa.

A empresa acredita que o comprometimento conjunto de qualidade e preço é de importância fundamental. Temos, nesse sentido, o compromisso com os custos do cliente no curto, médio e longo prazo. No curto prazo, buscamos um preço competitivo em relação às empresas da região. No médio prazo, damos especial importância aos aprimoramentos dos nossos processos em vista de garantir a uniformidade de nossos serviços. No longo prazo, buscamos nos alinhar com o que há de mais inovador e moderno em tecnologia asfáltica no mundo para fornecer um asfalto resistente e duradouro.

Em 2013, a NeuFreire Pavimentação firmou uma parceria com o Instituto Hutschenreuther na Alemanha com o intuito de elevar a qualidade dos nossos serviços. Por isso, recebe visitas periódicas do Dr. Jurgen Hutschenreuther e envia materiais para teste de qualidade nos seus laboratórios. Hoje o Dr. Jurgen é Consultor técnico da FIA e responsáveis pela qualidade das pistas de formula 1 da FIA. O contrato com o instituto permitiu o uso das suas patentes, entre elas: aditivo Ccbitt e o CBUQ tipo PFA (Pothole Filling Asphalt).

Além da parceria, a empresa busca aprimoramento nas suas próprias dependências. A NeuFreire foi responsável pelo desenvolvimento do Processador Móvel de Asfalto Quente. Maquina desenvolvida e patenteada pela Neuburger Freire Construtora, o processador é capaz de produzir até 1,2 toneladas de asfalto quente por hora no local da aplicação. O equipamento é facilmente transportado para locais próximos a buracos e processa no local da aplicação sacos pre-dosados e não usinados de asfalto. Desse modo, evitamos perdas devido à queda de temperatura da massa asfáltica e sobra de material. Isso viabiliza restauração de asfalto (tapa-buracos) em locais distantes, onde o asfalto produzido de maneira tradicional não poderia ser utilizada por conta do resfriamento durante o trajeto.

Mais ainda, a empresa foi responsável pelo projeto de aprimoramento da sua principal usina. Esse projeto incluiu maiores pontes de pesagem, o dobro de células de carga nos silos dosadores, maior filtro de manga e um maior misturador externo com área de mistura a seco (antes da injeção de CAP). Em vista disso, a usina pode melhorar consideravelmente o seu rendimento e permite aos seus clientes grandes variações de demanda de massa asfáltica.

A Neuburger Freire é uma empresa comprometida com a excelência. Trabalhamos para oferecer ao cliente a máxima satisfação a um preço justo. Temos confiança de que os nossos serviços são importantes para o desenvolvimento da infraestrutura e tecnologia do país, contribuindo para desenvolvimento econômico e oferecendo pistas seguras e confortáveis para a população.